Prof 7500 USB Driver (Linux and Windows)

You are probably looking for drivers for the DVB Prof 7500 USB tuner (digital satellite receiver). Unfortunately the manufacturer seems to have discontinued proftuners.com website.

Fortunately I remembered that I had saved the drivers. I decided to share because it is no longer possible to find:

Download on Mega:
https://mega.nz/folder/IlByGTJA#vJEuXQIMWVw4soYKMyCMSQ

If you need to make the tuner work on Linux, follow this instructions:
https://github.com/marceleira/prof-7500-usb

References:
http://www.forum.free-x.de/wbb/index.php?page=Thread&threadID=798&pageNo=1
https://www.linuxtv.org/wiki/index.php/Prof_Revolution_DVB-S2_7500_USB



Publicado em Linux, Sem categoria | Deixe o seu comentário

Deixando a caixa de spam mais limpa no Gmail

A solução consiste em criar um filtro contendo expressões típicas dos e-mails de spam – ‘ganhar dinheiro’ por exemplo. Desta maneira, todas as mensagens chegarem na caixa de spam com as determinadas expressões serão enviadas para a lixeira.

Copie a sequencia abaixo para área de transferência:

in:spam "deseja mais receber nossas mensagens" || "respeitamos sua privacidade" || "email marketing" || "deixar de receber" || "receber mais e-mails" || "queira mais receber" || "não deseja receber" || "não deseja mais receber" || "e-marketer" || "descadastre-se" || "palavra REMOVER" || "queira cancelar o recebimento" || "ganhando dinheiro" || "ganhar dinheiro" || "receber mais esta mensagem" || "para cancelar o recebimento" || "remover seu email"

Cole na caixa de pesquisa do Gmail:

Caixa de pesquisa - Gmail

Clique no ‘triângulo invertido’ da caixa de pesquisa:

Caixa de pesquisa - Gmail [2]

Clique em pesquisar:

Limpando caixa de spam [3]

Assim como na imagem abaixo, você verá as mensagens de spam similares as que serão excluídas daqui pra frente:

Limpando caixa de spam [4]

Clique novamente no ‘triangulo invertido’ e crie o filtro com os critérios:

Limpando caixa de spam [5]

O gmail vai pedir uma confirmação boba:

Limpando caixa de spam [6]

Defina o que o filtro deve fazer (nosso caso é excluir), marque a opção que aplicará o filtro às mensagens existentes e crie o filtro:

Limpando caixa de spam [7]

 

Pronto! Daqui pra frente suas mensagens de spam vão diminuir consideravelmente… : )

 

 

Publicado em Produtividade Pessoal | Deixe o seu comentário

Instalando o VirtualBox Guest Additions no CentOS, Fedora ou Redhat (RHEL)

Este post mostra como instalar o “Guest Additions” (ou “Adicionais para convidado”) em distribuições derivadas do RHEL.

A primeira coisa a se fazer é instalar a versão mais atualizada do kernel juntamente com seus fontes:

yum update kernel*

Certifique-se que os seguintes pacotes estão instalados:

yum install gcc kernel-devel kernel-headers dkms make bzip2

Reinicie a VM:

reboot

Se a atualização trouxe uma nova versão do kernel, provavelmente você não vai precisar da antiga. O comando abaixo apaga todas as versões antigas do kernel linux:

yum install yum-utils

# count=1 é o número máximo de versões do kernel que você deseja/precisa manter:
package-cleanup --oldkernels --count=1

Inicialize as seguintes variáveis:

KERN_DIR=/usr/src/kernels/`uname -r`
export KERN_DIR

export MAKE='/usr/bin/gmake -i'

Monte a imagem do disco de instalação do Guest Additions:

Menu 'Adicionais para Convidado' no VirtualBox

Com a imagem montada, vá até do disco e execute o script de instalação:

cd /media/VBOX*
./VBoxLinux*

Se tudo der certo, todas as etapas da instalação devem terminar com [OK]

Ao terminar a instalação, reinicie novamente a VM e ative a opção de redimensionamento automático de tela:

Menu de redimensionamento de tela no VirtualBox

E agora? Divirta-se!

 

Publicado em Linux | Deixe o seu comentário

Restaurar o dual-boot do Ubuntu 11 com o Windows

É muito comum perder o bootloader de uma distribuição Linux, quando se efetua uma nova instalação Windows em paralelo – o popular dual-boot. A solução a seguir enumera uma restauração através do Live CD do Ubuntu 11.

1. Listar as partições existentes no sistema e identificar em qual delas o sistema foi instalado.

sudo fdisk -l

2. Montar a partição com o sistema – substitua “XY” pelos caracteres que identificam a partição correta:

sudo mount /dev/sdXY /mnt

3. Instalar novamente o bootloader na partição – substituir a letra “X” pelo número da partição correta:

sudo grub-install --root-directory=/mnt /dev/sdX
sudo grub-install --boot-directory=/mnt/boot /dev/sdX

4. Reinicie a máquina e tente acessar o sistema Windows.

5. Caso ocorra algum erro na inicialização do sistema Windows através do bootloader reparado (como aconteceu comigo):

5.1. Inicialize novamente a máquina, de preferência pelo Ubuntu reparado, para evitar de ficar montando partições.

5.2. Gere novamente o arquivo de configuração com a lista de sistemas instalados:

sudo grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

5.3. Reinicie e tente acessar novamente o Windows defeituoso.

Fonte: https://help.ubuntu.com/community/Grub2

Publicado em Linux | Deixe o seu comentário

Erro no XAMPP: Unable to load dynamic library

Devido a um bug de configuração em em uma versão recente do XAMPP, que possui PHP 5.3.5, a localização das extensões dll foi definida em um diretório incorreto.

Unable to load dynamic library "php_mysql.dll"

Edite o arquivo php.ini de configuração do PHP aproximadamente na linha 800, informando a localização do diretório de bibliotecas:

extension_dir = "C:\xampp\php\ext"

Agora é só habilitar as bibliotecas necessárias:

extension=php_mysqli.dll
;extension=php_oci8.dll ; Use with Oracle 10gR2 Instant Client
;extension=php_oci8_11g.dll ; Use with Oracle 11g Instant Client

 

Publicado em PHP | Deixe o seu comentário

Erro no Wireshark: no interfaces on which a capture can be done

Este é um problema muito comum quando nos deparamos pela primeira vez com o Wireshark. Na verdade as interfaces de rede em modo de captura, por padrão, devem funcionar apenas para os usuários com privilégios administrativos.

Uma solução para isso é iniciar a aplicação sempre como root.

sudo wireshark

Caso esteja usando o ambiente gráfico Gnome, pode fazer melhor:

Acesse Sistema >> Preferências >> Menu Principal  e troque o comando da entrada de menu do Wireshark de wireshark  para gksu wireshark .

Assim, sempre quando o software for inicializado, o sistema solicitará o acesso de super usuário.

Publicado em Sem categoria | Deixe o seu comentário